Olavo Bohrer Amaral é Professor Associado do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 2009.

É médico formado pela Universidade Federal do Rio grande do Sul (2002), especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem (2006) e doutor em Bioquímica (2007) pela mesma universidade. Suas linhas de pesquisa incluem modelos teóricos e experimentais de modificação de memórias aversivas, o estudo das interações entre a neurociência e o diagnóstico psiquiátrico, e uma série de iniciativas para a melhora da confiabilidade da literatura científica. Dentre estas, destaca-se a Iniciativa Brasileira de Reprodutibilidade, um esforço multicêntrico de replicação sistemática de experimentos da ciência biomédica brasileira. Também é embaixador da ASAPbio, organização dedicada a promover a transparência e acessibilidade de resultados de pesquisa nas ciências da vida, e coordenador do No-Budget Science.

Como escritor, é autor dos volumes de contos Dicionário de Línguas Imaginárias (Alfaguara, 2017), Correnteza e Escombros (7Letras, 2012) e Estática (IEL-RS, 2006), e atualmente trabalha em um livro de não-ficção sobre as relações entre ciência e mercado na definição das fronteiras do diagnóstico médico.

Mais informações em http://olavoamaral.com